Dropshipping: como ter uma loja virtual sem precisar de estoque

Sabia que é possível ter uma loja virtual sem precisar de estoque? Saiba mais sobre as vantagens do dropshipping!

ilustração de entregas caindo do céu

“Loja virtual, estoque terceirizado”. Se você já ouviu essas palavras, então você conhece o dropshipping. Esse método é uma forma de gerenciamento de negócio que vem circulando no Brasil e no mundo há muito tempo.

Empresas como Mercado Livre, AliExpress, Amazon e Gearbest são exemplos de e-commerce que funcionam, em grande parte, como dropshipping. Então, se você sonha em ter uma loja virtual sem precisar de estoque você está no lugar certo.

Nesse artigo você vai aprender o que é e como funciona o dropshipping. Também aproveita para entender como trabalhar com esse sistema de comércio e quais seriam os pontos positivos e negativos dessas trocas comerciais.

Depois de todos esses detalhes você vai estar pronto para decidir se vale a pena ou não ter um empreendimento com essas características. E então, mãos à massa?

O que é dropshipping e como funciona?

O termo é uma junção de duas palavras em inglês, drop (largar) e shipping (remessa). De uma maneira geral, trata-se de um método onde o produto está sob a responsabilidade de uma empresa terceira.

Isso significa dizer que o vendedor é apenas um intermediário da compra, estando entre o cliente e o real fornecedor do produto adquirido. Ou seja, o comerciante trabalha com seu estoque zero e quando precisa do produto, usa o estoque de um fornecedor. No entanto, isso não fica evidente para quem está comprando.

Suponhamos que o cliente A entra na loja virtual B e gosta de um produto. Ao comprar esse item, o pagamento cai diretamente para a loja B, que automaticamente ou manualmente manda o pedido para a loja C.

Em seguida, fica sob a responsabilidade da loja C enviar o produto para o cliente, usando o nome da loja B. Por isso que o usuário não sabe ou desconfia que há uma outra transação por trás da compra feita.

Mas afinal, tem como ganhar dinheiro trabalhando com dropshipping? Na verdade, sim! Ambas as lojas envolvidas saem ganhando, pois a loja B vende o produto mais caro do que é cobrado pela loja C, sua parceira de negócio.
Além disso, essa última vende o item e ainda não precisa gastar ou se preocupar com divulgação de um e-commerce. Por fim, o cliente ainda sai satisfeito com o produto adquirido.

estoque de produtos
Olhar pra um estoque desses dá até vertigem, né?

Como trabalhar com dropshipping?

Essas transações despertou o seu interesse? Então saiba quais são as etapas para trabalhar com dropshipping!

Escolher um nicho e estudar a concorrência

O primeiro passo é escolher que tipo de produto você deseja comercializar sem estoque. Uma boa dica é selecionar não apenas os itens que você gosta, mas sempre estar atento às novidades que surgem e as épocas do ano.

Em seguida, é preciso analisar a concorrência do negócio. Quem vende o que você deseja comercializar? Como eles vendem? Qual preço eles cobram? Qual é a agilidade da entrega?

Com as respostas para essas perguntas é possível decidir como será o seu próprio e-commerce. E assim você pode dar o próximo passo!

Escolher o fornecedor

A escolha do fornecedor é essencial para que uma loja virtual sem estoque der certo. Isso porque, a entrega ágil e com qualidade são pré-requisitos para atrair o cliente para novas compras.

Por isso, selecione os melhores fornecedores. Tente entender o mecanismo de cada um deles e lembre-se sempre de levar em consideração prazos e só depois os preços.

Conhecer o catálogo de vendas

Levando em consideração o seu nicho, escolhido no primeiro passo desse processo, conheça o catálogo de vendas do fornecedor. Selecione os itens que mais vão atrair o seu público-alvo.

Criar a loja virtual

Pronto, o quarto passo é a criação da loja virtual. Contrate um web designer para desenvolver um site de vendas online. E não ter dinheiro não é desculpa, pois existem diversas formas de montar uma loja online gastando pouco.

Investir em divulgação

Depois de criado o site, invista em divulgação para ajudar a aparecer entre a quantidade de concorrentes que já existem.

Loja virtual sem estoque: pontos positivos e negativos

Assim como qualquer negócio, o dropshipping tem seus pontos negativos e positivos. Conhecer cada um deles ajuda a decidir se vale a pena ou não montar uma loja virtual com estoque zero.

Pontos positivos

  • Custos reduzidos com funcionários, estoque, transporte e outras despesas fixas que um negócio físico possui;
  • Variedade de produtos é grande, tendo em vista que não é necessário tê-los para oferece-los;
  • Um computador com acesso à internet e estudo sobre esse trabalho são suficientes para fazer o negócio online crescer.

Pontos negativos

  • Por ser um comércio simples de ser feito, há muita concorrência em diversos seguimentos;
  • O vendedor intermediário não possui exclusividade nos produtos com os fornecedores;
  • A margem de lucro não é tão alta, pois nem sempre é possível vender os produtos com um preço alto devido à concorrência.

Agora que você já conhece os prós e contras desse serviço é possível avaliar a viabilidade desse negócio. Sabendo o que é, para serve e como montar um dropshipping, criar uma loja virtual com estoque terceirizado fica mais simples.

Receba posts por e-mail!

Digite seu endereço de e-mail para receber notificações de novas publicações por e-mail.

Deixe seu comentário